sexta-feira, 8 de maio de 2009

Formação Ministerial - Pregadores

Confira aqui o resumo da formação de pregadores dada no último Apostolado, no dia 7 de maio.
Quem está ministrando a formação é o Danilo.

Você sabe o que é Evangelização Relacional?
Muito mais poderosa que as mais eloqüentes pregações, ou os mais inspirados discursos, a evangelização direta através dos relacionamentos produz muito mais frutos de conversões sinceras.



Como diz o sábio ditado: "As palavras comovem, mas os exemplos arrastam!"

Da mesma forma, um contra-testemunho pode colocar por terra os nossos esforços para a conversão de parentes e amigos próximos.

No Evangelho de hoje o Senhor nos diz:
«Vós sois o sal da terra. Ora, se o sal se corromper, com que se há de salgar? Não serve para mais nada, senão para ser lançado fora e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte; nem se acende a candeia para a colocar debaixo do alqueire, mas sim em cima do candelabro, e assim alumia a todos os que estão em casa. Assim brilhe a vossa luz diante dos homens, de modo que, vendo as vossas boas obras, glorifiquem o vosso Pai, que está no Céu.» (Mat. 5, 13-16)

Você tem sido luz? Ou ainda, tem tentado esconder a luz que brilha em você, ocultado seu brilho daqueles que como cegos tateiam no escuro, procurando uma saída das suas trevas de mente e coração? Lembre-se da parábola dos talentos... não enterre seu tesouro!

E quanto ao sal? Saiba que nós não devemos ser "apenas" temperados, mas salgados. Uma comida temperada é gostosa, mas uma comida salgada provoca sede! Não é assim como quando comemos uma pipoca salgada ou mesmo um churrasco? Temos bastante sede. Já acordou com sede à noite?

Assim o cristão como "sal da terra" deve provocar sede em quem o rodeia. Sede de Deus!

Lembro sempre de uma amiga (minha mãe em Cristo), mãe de um amigo meu, e que me evangelizou na cozinha da casa dela. Por várias vezes me falava das maravilhas que Deus realizava em sua vida, e como o Senhor a trazia pela mão transformando sua vida. Esse modo de evangelizar provocou sede em mim e fez com que eu quisesse ter "o mesmo que ela tinha". Ela foi Sal e Luz para minha vida, provocou sede e me mostrou o caminho a seguir.

Esse modo de vida nos exige muito mais do que preparo... exige comprometimento! É a busca da santidade, e de perseverança na presença do Espírito de Deus. Muito mais do que saber versículos bíblicos de cor, ou ter o Dom da Palavra, devemos buscar sermos santos, ou ungidos. Só quando estamos repletos do Espírito Santo podemos ser Sal e Luz para os homens. Você pode “enrolar” com discursos bonitos, mas no coração dos homens a confirmação vem da graça!

Assim iluminados por Ele, também nós, de trevas que éramos nos tornamos luz, tal como diz São Paulo: "Outrora éreis trevas; agora, no Senhor, tornastes-vos luz. Vivei como filhos da luz" (Ef 5,8). E também: "Não pertenceis à noite nem às trevas; sois filhos da luz, filhos do dia" (1 Tes 5,5). São João teve razão ao afirmar na sua carta: "Deus é luz"; aquele que permanece em Deus está na luz, tal como Ele mesmo está na luz (1 Jo 1, 5-7). Uma vez que temos a alegria de ter sido libertos das trevas do erro, devemos viver na luz, caminhar na luz como verdadeiros filhos da luz.

Coragem! Se Deus é por nós, quem será contra nós?

Fiquem com Deus,
Danilo

Um comentário:

Pausa para o café disse...

Paz e bem meu irmão!
Quero junto com você, render graças e louvores a Deus, por essa abençoada formação.

Que ELE te conserve na Graça e no Amor!